O que é um SGOE - Sistema de gestão e otimização de energia?

Você já ouviu falar de um Sistema de Gestão e Otimização de Energia (SGOE) – Energy Management and Optimization System (EMOS) em Inglês? E já se perguntou qual a diferença entre ele e um Sistema de Gestão de Energia (SGE) – Energy Management System (EMS) em Inglês? Ou já pensou em implementar um para ajudá-lo com sua estratégia energética e de pegada de carbono? Eles estão surgindo rapidamente no mercado, mas a diferença nem sempre é clara. Neste artigo, vamos olhar mais de perto para esta nova grande tendência e responderemos à pergunta: O que é um SGOE?

Hoje, a gestão de energia e as questões de sustentabilidade se tornaram tópicos transversais que afetam a todos. Por exemplo, no nível corporativo, isto pode ser importante para o gerenciamento do risco de volatilidade dos preços de fornecimento de energia, da conformidade com a regulamentação de sustentabilidade e as crescentes necessidades de relatórios, além da redução do consumo de energia mantendo a performance ideal. Por causa disso, há a necessidade de um ambiente tecnológico ou sistema único que possa ser usado por toda uma organização.

Um SGE básico é um bom ponto de partida, mas geralmente não é suficiente para que uma empresa atenda a todas essas demandas. Ele pode rapidamente ficar sobrecarregado. Para os atores privados e públicos que querem agir e se tornar líderes nesta transição energética, um SGOE mais avançado pode fornecer um apoio valioso. Acima de tudo, um SGOE pode fornecer uma abordagem modular e flexível para organizações heterogêneas com múltiplas instalações que precisam lidar com diferentes níveis de maturidade. Isso significa um suporte melhor e mais duradouro.

Vamos começar com o básico...

Implementar um SGE é um primeiro passo importante para aqueles que querem assumir o controle de seu consumo energético. Um SGE tem múltiplos usos, incluindo monitoramento básico e insights, suporte à conformidade ISO e fornecimento de uma visão global das principais fontes de consumo de energia dentro de uma organização multi-site. O uso de um SGE traz vantagens para muitos atores diferentes em uma empresa. Em empresas privadas, por exemplo, isto inclui gerentes de energia nas plantas, compradores que devem considerar orçamentos e equipes de RSC que estão focadas na descarbonização.

O que mais um SGOE oferece?

Um SGOE é uma oferta totalmente integrada. Ele inclui recursos usuais do SGE, mas estes estão diretamente conectados a capacidades de otimização altamente avançadas. O que torna um SGOE particularmente especial, é que ele oferece uma solução global que pode atender às necessidades de todos os usuários-chaves no mesmo ambiente semântico. Desta forma, todos esses usuários podem alinhar seus esforços, monitorar resultados e compartilhar objetivos. Um SGOE dá aos usuários a capacidade de realizar ações concretas que são mais avançadas graças às suas impressionantes capacidades tecnológicas.

EMOS

Com um SGE apenas, esses usuários teriam que encontrar uma solução adicional e separada para lidar com uma otimização complexa e contextualizada. Isto vem com o risco de que a nova ferramenta não funcione bem com um SGE existente. Esforços também poderiam ser desperdiçados coletando ainda mais dados desnecessários, já que as diferentes soluções não estariam conectadas. Um SGOE resolve este problema porque tudo pode ser integrado em um único lugar. As equipes podem assim estabelecer benchmarks mais facilmente, para agir com mais precisão, mantendo uma visão macro daquilo que realizaram.

Por que o "O" em SGOE é tão importante?

No contexto de um SGOE, otimização significa ter o uso mais eficiente de energia, mantendo, ao mesmo tempo, a melhor performance ou produção. Por exemplo, para uma fábrica de alimentos e bebidas, isso significa manter altos níveis de produção com a melhor qualidade e, ao mesmo tempo, usar o mínimo possível de energia. Ou, para uma cadeia de lojas, por exemplo, isso pode significar manter o ambiente certo, sem desperdiçar energia com o uso desnecessário de eletricidade, como luzes.

Ter acesso a ferramentas de otimização da ciência dos dados pode fazer uma enorme diferença.

Democratização de processos complexos e decisões estratégicas mais informadas

Por exemplo, ferramentas de otimização mais avançadas permitem a agregação de dados ao vivo, o que significa um tempo de reação mais rápido e informações mais completas. Como um SGOE é mais inteligente, ele pode fazer análises mais profundas para lhe dar informações e recomendações mais complexas. Um SGOE pode democratizar esses processos complexos e ajudar as equipes a tomarem decisões estratégicas mais informadas. Enquanto um SGE é mais uma ferramenta de monitoramento, um SGOE é uma ferramenta de tomada de decisão e ajuda compartilhando dados acionáveis para as equipes certas.

 

Descarbonização global

Funcionalidades mais colaborativas permitem a participação vertical e horizontal na jornada de descarbonização de empresas e entidades públicas. Como um SGOE é uma solução completa, a visão global e o acesso a um SGOE permitem que as equipes corporativas apoiem as equipes locais mais facilmente, compartilhando recursos e boas práticas com todo o grupo.

 

Suporte contínuo em roteiros de otimização energética

Como um SGOE trabalha de forma contínua e autônoma, ele pode ajudá-lo constantemente a abordar sua jornada energética com atualizações quase em tempo real. Um SGOE também é mais flexível e à prova do futuro. Um SGOE tem mais evoluções e todas as características podem ser adaptadas em relação à sua energia e maturidade digital. Um simples SGE pode ficar desatualizado muito rapidamente, dada a necessidade de priorizar reduções de emissões de CO2 e a dependência com novas fontes de energia.

Quais são algumas das principais funcionalidades de um SGOE?

Um SGOE pode ajudar os grupos industriais e do setor terciário a otimizar sua energia usando muitas ferramentas e serviços. Estes estão crescendo e continuarão a se expandir. As principais funcionalidades atuais de um SGOE incluem a automação de:

  • Exploração de dados ao vivo e análise de dados para fornecer recomendações informadas e orientadas por dados e otimização global e complexa.
  • Criação fácil de modelos de ciência de dados ao vivo sem necessidade de codificação, graças ao uso de ferramentas visuais.
  • Simulações energéticas.
  • Criação de linhas de base e modelos de previsão.
  • Funcionalidades colaborativas que podem ser utilizadas em toda a empresa.
  • Detecções imediatas de desvio ou perda.
  • Previsões de consumo e demanda de energia.

Principais vantagens

Embora um SGOE possa parecer complicado, pois pode trazer vários tipos de funcionalides e benefícios, as principais vantagens podem ser resumidas de forma bastante simples:

  • Ele fornece uma ferramenta para todos.
  • Com a máxima capacidade de otimização.
  • E é uma solução evolutiva que acompanhará uma organização no longo prazo.

Você quer aprender mais sobre a implementação de um SGOE - Sistema de Gestão e Otimização de Energia?

Descubra mais artigos em nosso blog